-->
Grupo Dose Publicitária - Viva a Cultura da Comunicação

CULTIVE INFORMAÇÃO, OPINIÃO, ENTRETENIMENTO E CRIATIVIDADE

VIVA A CULTURA DA COMUNICAÇÃO

Aqui está nosso blog Para você expandir seu conhecimento com os conteúdos apresentados nos programas da Dose Publicitária.

  • A Origem do Dias dos Pais No Mundo – No Brasil é Mais uma Criação de Um Publicitário

    Origem do dia dos Pais - FONTE IMAGEM Freepic

    CONFIRA A HISTÓRIA POR TRÁS DO DIAS DOS PAIS
    De uma homenagem de rosas a um apelo comercial 

    O dia dos pais no Brasil é tradicionalmente comemorado no segundo domingo de agosto. A primeira vez que a data foi celebrada por aqui, foi em 1953, no Rio de Janeiro, por meio de uma promoção realizada pelo jornal o Globo.

    O objetivo era acrescentar o dia ao calendário de datas comemorativas do país com o propósito de fortalecer os laços familiares e comerciais com leitores e anunciantes.

    Como surgiu a ideia do dia dos pais no Brasil?

    A ideia foi concebida pelo publicitário Sylvio Bhering, que na época trabalhava como diretor do GLOBO e da Rádio Globo.

    Sylvio Bhering recebendo a medalha do Jubileu publicitário das mãos de Herbert Moses, 1957.
    A direita na foto, Sylvio Bhering recebendo a medalha do Jubileu publicitário das mãos de Herbert Moses, 1957.
    FONTE: 
    http://www.seguinte.inf.br/
    O costume de celebrar o dia os pais, tem origem nos Estados Unidos e Bhering se inspirou na história por trás dessa comemoração.

    A origem em homenagem a um pai viúvo americano

    Segundo conta a história, em 1909, Sonora Louise Dodd, menina norte-americana, resolveu criar a data comemorativa como forma de homenagear seu pai, o veterano da guerra civil, William Jackson Smart.

    A mãe de Sonora morreu durante seu parto e William, o pai, se encarregou de criar dos seis filhos. Para demonstrar o afeto que tinha pelo pai, a jovem iniciou uma campanha para que também existisse uma celebração paterna, assim como a do dia das mães.

    Rosas para celebrar os pais

    Com a ajuda instituições religiosas da região (como a YAMCA, sigla em inglês para Associação Cristã de Moços), após um ano de campanha e envio de uma petição a Associação Ministerial de Spokane, cidade localizada em Washington, Estados Unidos, Sonora conseguiu:

    No dia 19 de junho de 1910, foi comemorado o primeiro dia dos pais, mesmo dia do aniversário do pai de Sonora. Na ocasião a data tinha outro nome, "serviço religioso em homenagem aos pais".

    Para simbolizar a data, eram usadas rosas, sendo as vermelhas dedicadas aos pais vivos e a brancas para os pais falecidos.

    Sonora Louis Dodd, que quis homenagear seu pai, William Jackson Smart
    Sonora e seu pai, William Jackson Smart., o grande homenageado do dias dos pais nos EUA
    No início, a celebração acontecia a nível local, mas aos poucos foi se espalhando, e fazendo parte da tradição de outras famílias americanas. Depois de 62 anos, em 1972, o dia dos pais foi finalmente oficializado nos EUA pelo então presidente norte-americano Richard Nixon, e desde então é celebrada por lá todo terceiro domingo de junho.

    A Apropriação comercial do dia dos pais na America

    Mas nem tudo são afetos e rosas na origem do dia dos pais na América. De acordo com artigo publicado no site da revista TIME, o grande fator decisivo para oficializar a data, veio através da influência de comercio varejista.

    Segundo a matéria, escrita por Erin Blakemore, “o Dia dos Pais manteve suas raízes no varejo. Em 1938, a Organização Nacional de Varejo de Artigos Secos anunciou planos para “tornar o Dia dos Pais um evento tão importante” como o Dia das Mães, com uma campanha que incluía os produtores de tudo, desde roupas, lenços a artigos esportivos.

    E neste negócio de fixar o dia dos pais, empreendido pelo varejo, havia uma intenção de tornar a data um elemento cultural que fizesse parte da tradição familiar, e que a necessidade de ter que se comprar o presente fosse atenuado.

    “A chave para o sucesso do dia dos pais era fazer com que a comercialização da honra parecesse não comercial”, escreve o sociólogo Ralph LaRossa em seu livro de 1997 A modernização da paternidade: uma história social e política.

    Advertising The Fathers Day

    Levaria mais 33 anos para o feriado - ajudado pelos incansáveis ​​esforços do conselho que queriam criar uma extravagância no varejo no meio do ano - para ganhar impulso suficiente para ser reconhecido nacionalmente, completa Erin na matéria.

    Em resumo, a apropriação da data pelo comercia, se distancia e muito, da intenção e simbolismo pensados por Sonora Louise Dodd, que só queria demonstrar seu carinho pelo pai.

    Sonora Louise Dodd, que para homenagear seu pai, engajou uma campanha para comemorar o dia dos pais
    Sonora Louise Dodd, que para homenagear seu pai, engajou uma campanha para comemorar o dia dos pais.

    No ano de 1974, dois anos depois da oficialização do dia dos pais na américa, Sonora tinha 92 anos e foi homenageada. Ela viria a falecer em 1978, aos 98 anos.

    Voltando a Origem do Dia dos pais no Brasil

    A estreia do dia dos pais no Brasil aconteceu em 16 de agosto de 1953, mesma data em que se comemora o Dia de São Joaquim, pai de Nossa Senhora e considerado patriarca da família.

    O dia do papai (como foi chamada na ocasião) foi uma escolha pensada para reforçar o simbolismo da celebração, já que o catolicismo sempre foi uma religião marcante nas relações culturais e sociais do brasileiro.

    O próprio Sylvio era ligado a Associação Cristã dos Moços -ACM - mesma instituição que ajudou Sonora a criar a data homenagem aos pais nos EUA.

    Exemplar do Jornal O GLOBO, em 1953, divulgando o dia do papai no Brasil
    Exemplar do Jornal O GLOBO, em 1953, divulgando o dia do papai no Brasil

    Esta mesma forma de pensar o conceito da marca de uma data, foi feita no dia dos namorados no Brasil, outra data comemorativa criada por outro publicitário.

    Anúncio do Dia do Papai
    Anúncio do Dia do Papai

    Para fomentar a campanha, diversas entidades de imprensa se uniram para realizar um concurso que premiaria 3 tipos de pais:

    • O pai com maior número de filhos
    • o pai mais jovem
    • o pai mais velho


    A ação, que poderíamos dizer se tratar da primeira campanha publicitária com temática do dia dos pais, premiu na época:

    • um pai com trinta e um filhos
    • um pai de 16 anos
    • um pai de 98

    A campanha de Sylvio, do Jornal O Globo e parceiros deu certo e, nos anos seguintes, passou a estar presente no calendário comemorativo de todo país.

    Promoção do dia do Papai que entrou para o calendário
    Promoção do dia do Papai que entrou para o calendário

    A única alteração na ideia original, foi que seria realizada em todo segundo domingo de agosto, o que combina com os dias das mães, celebrado também no segundo domingo, só que no mês de maio.


    CONSULTE AS FONTES:

    Imagem Freepic
    http://memoria.oglobo.globo.com/institucional/promocoes/dia-dos-pais-9260840

    https://br.guiainfantil.com/cultura/207-dias-e-feriados/438-o-dia-dos-pais.html

    https://www.semprefamilia.com.br/pais-e-filhos/saiba-como-surgiu-o-dia-dos-pais/

    https://time.com/4818592/fathers-day-gift-industry-history/


    Elidio Santos
    Elidio Santos
    Poeta | Escritor Criativo | Especialista em Redação Publicitária e Criação de Narrativas | Inventor dos heterônimos Manay Deô | Salatiel | Aristiliano | Canistro Balthamos | Solenildo | Aster Yrota | Co-Criador do Canal no YouTube Dose Publicitária
    Fale com Elidio Santos - > 📬 elidio.publicitário@gmail.com
  • Olhe Esses Logos com Atenção: Quanto mais Branca a Marca, menor é a Diversidade da Empresa

    Você consegue ver o nível de desigualdade racial das marcas que você reconhece aqui? 
    A PROPOSTA DESSA INICIATIVA É DEIXAR VISÍVEL
    A DESIGUALDADE RACIAL DAS MARCAS
    Projeto True Colors revela para o público o status racial e de gênero de grandes empresas

    Na luta contra as desigualdades raciais e de gênero, muitas empresas passam a apoiar movimentos e causas, se apropriando de discursos em propagandas esteticamente bem realizadas e com textos impecavelmente redigidos.

    Constatar isso é fácil. Para mencionar exemplo recente, basta observar quantas marcas nos Estados Unidos (e algumas aqui no Brasil), passaram a se posicionar como antirracistas, apoiando a causa #BlackLivesMetter / #VidasNegrasImportam após a trágica morte de George Floyd nos Estados Unidos.

    Nós, enquanto consumidores da boa publicidade, batemos palmas em catarse, diante da criatividade em anúncios, comerciais e postagens nas redes sociais usadas para criticar o status quo vigente na sociedade.

    Mas, sempre vem uma pulga atrás da orelha do olhar crítico, ser o chato do rolê questionar: será que essa empresa é diversa só da propaganda para fora? Por dentro, a diversidade faz parte da cultura da marca ou é só puro oportunismo prá vender mais?

    O projeto chamado True Colors vem com o propósito de escancarar de maneira visual, o percentual, em números, da desigualdade racial de grandes empresas. A iniciativa é um projeto paralelo, criada pela equipe da Goodby Silverstein & Partners e liderado pela diretora de arte Eleanor Rask e o redator Trevor Joplin (ambos, pessoas brancas também).

    Enquanto a sociedade americana continua a debater e enfrentar a luta racial, O True Colors foi amaneira encontrada para que os criativos envolvidos tomassem a própria iniciativa de contribuir com o debate publico do tema, tendo em vista o recorte racial na liderança das grandes corporações atendidas pelo mercado publicitário.

    No perfil no Instagram, @truecolors.official, as postagens tem um padrão estético de um quadro com moldura com degrade colorido (como que representando a diversidade que está a margem) e no centro da pintura, está o logo da marca, pintada com uma tonalidade de branco proporcional a sua ausência de igualdade.

    Quanto mais branco, maior é número de pessoas brancas em cargos de liderança, tomando decisões e, consequentemente. Em outras palavras, é como a assinatura do projeto diz em tom provocativo: E se os logotipos das marcas fossem tão brancos quanto suas lideranças?

    O número que sobra dessa conta (quando sobra) representa a quantidade de pessoas de outras etnias ( e de gênero, por assim dizer) ocupando os mesmos cargos de importância na corporação.

    Em depoimento ao ADWEEK, Eleanor Rask explica um pouco como surgiu a ideia do projeto, e aponta que "muitas marcas estão se manifestando, dizendo que a vida negra é importante. Então, decidimos fazer uma pesquisa para ver se as marcas podem acompanhar a conversa. O que descobrimos foi que muitas empresas são dirigidas principalmente por brancos, e foi isso que desencadeou a ideia.

    No perfil alvo do True Colors, estão marcas famosas como Nike, que estreou a primeira publicação do projeto, que possui 85% de pessoas brancas, tomando decisões na empresa.


    A Adidas, sua tradicional concorrente no segmento esportivo, chega a marca de 100% (quase não dá para ver a logo, de tão branco), superando a rival e batendo recorde de desigualdade e representatividade racial de todas as corporações até agora analisadas pelo projeto.



    A empresa Lyft é, até o momento, é a que possui o menor percentual, 55%, mas, ainda assim, permanece também tendo a maioria de pessoas brancas na alta hierarquia de cargos.




    Elidio Santos
    ElidioSantos
    Poeta | Escritor Criativo | Especialista em Redação Publicitária e Criação de Narrativas | Inventor dos heterônimos Manay Deô | Salatiel | Aristiliano | Canistro Balthamos | Solenildo | Aster Yrota | Co-Criador do Canal no YouTube Dose Publicitária
    Fale com Elidio Santos - > 📬 elidio.publicitário@gmail.com
  • Burger King Antecipa Natal 2020 Para Ano Acabar Logo - Promoção Incentiva Compra Via App

    Em campanha publicitária, rede usa seu tradicional bom humor para antecipar uma das mais importantes e simbólicas datas comemorativas

    O NATAL 2020 COM BURGER KING CHEGOU ANTES: EM JULHO
    Como um bom Fast food,  Rede aproveita #Acaba2020 para fazer ofertas natalinas.

    Sim, vou começar dizendo o clichê: o ano de 2020 superou todas as expectativas daqueles anos bem chatos, e que nossa ansiedade do mundo moderno expressa em hashtag, #acabaAno. 2015 foi um ano desses, mas nem de longe chegou no nível desse final de década.

    O planeta tenta sobreviver a Pandemia de COVID-19. No Brasil, soma-se isso a crise existencial causada pelos desdobramentos de um previsível governo desastroso. Fazemos reza/oração/torcida por uma vacina (contra a doença e política).

    Em resumo, no Brasil e no mundo todo mundo concorda que esse ano já deu. Cancela, já pode acabar.

    A verdade é que estamos quase no finalzinho de julho e é também verdade que o Burger King lançou recente campanha em que ele antecipa o Natal para agora. 

    Para marcar o lançamento da sua campanha promocional de antecipação de festa natalina, a rede de fast-food se apropriou da hashtag acaba 2020 e lançou um vídeo com uma paródia de jingle bell, que reúne na composição de seus versos e imagens, os principais motivos do porquê este ano tem que ser encerrado urgentemente.

    A finalidade aqui é comercial, claro, e promove a compra dos produtos BK via App OU Uber Eats.

    A realização de toda ação publicitária é mérito da criação das agências de publicidade David São Paulo e David Miami e acontecerá no Brasil e nos Estados Unidos. O proposito é colocar os canais de mídia social e o aplicativo BK em clima de Natal antecipado, com motivos, canções e decoração típicas da data.

    "com o nosso bom humor, tentamos fazer desse assunto uma falta mais leve e oferecer uma experiência divertida para os apaixonados pelo BK ao redor do planeta". É o que afirmou Thaís Souza Nicolau, diretora de marketing do Burger King no Brasil em comunicado à imprensa.


    Confira o jingle bel da campanha de BK:


    Você pode conferir a postagem original no instagram da marca em @BurguerKinkBr

    O texto da paródia, diz:

    Todo Mundo em casa,
    muito entediado,
    e o ano não acana,
    isso tá errado.

    Mas o Burguer King
    trouxe a solução:
    um natal mais cedo
    pode ser a salvação.

    Jingles Bell,
    Jingles Bell,
    chegou o natal.
    pra encerrar 2020
    que vai muito mal.

    Aproveite essas ofertas
    peça já o seu,
    é natal no BK 2020: deu.

    Na assinatura, segue a mensagem

    "Adiantamos o natal pra ver se o ano acaba logo.
    Ofertas natalinas do BK.
    Confira tudo em nosso App ou peça pelo Uber Eats.


    Campanha de natal antecipado no perfil da rede nos EUA @BurguerKing

    #FicaEmCasaComigo já entrou em desuso nessa quarentena que não cumprimos. Tá tudo reabrindo sem poder, e nessa de home office, muito consumidor, que não tinha hábito de comprar via App Delivery, passou a explorar toda sorte de comidas e substancias alimentares pra pedir para entregar.

    Mesmo com boas iniciativas de eventos culturais exibidos via online, muitos sentem falta de sair para vida de lazer ao vivo e a cores, vendo gente de carne e osso de verdade. Uns até ousam fazer em pleno desrespeito e desacato, mas isso já outra história.

    A própria rede Burguer King foi uma, das tantas outras marcas, a usar o modo de vida Home Office como elemento narrativo de seus videis, com o tom de humor característico.


    "Não tá fácil pra ninguém. Você pode estar isolado, mas não tá sozinho. Fique em casa e peça BK delivery pelos principais apps: Uber Eats, Rappi e iFood: deliverybk.com.br"

    Fontes dessa matéria:
    https://www.b9.com.br/


    Elidio Santos
    Elidio Santos
    Poeta | Escritor Criativo | Especialista em Redação Publicitária e Criação de Narrativas | Inventor dos heterônimos Manay Deô | Salatiel | Aristiliano | Canistro Balthamos | Solenildo | Aster Yrota | Co-Criador do Canal no YouTube Dose Publicitária
    Fale com Elidio Santos - > 📬 elidio.publicitário@gmail.com
  • Nana Nenêm, que a Apple Promete Neutralidade de Carbono 100% até 2030

    Este é o Idan. Nascido em 2020, já faz parte da Geração Alpha e a Apple promete presenteá-lo com um mundo nível ZERO em pegada ambiental.


    A CANÇÃO DE NINAR DA APPLE SOBRE SEU COMPROMISSO AMBIENTAL
    Em novo anúncio, a marca promete tornar sua pegada de carbono inexistente em 10 anos
    A delicadeza e fofura em ver uma criança dormindo tranquilamente os sonhos dos anjos é o gatilho emocional que a Apple usa em seu vídeo comercial, para a nós e próxima geração, como irá se comprometer em não emitir carbono na atmosfera terrestre.

    Nascida neste conturbado ano de 2020, o pequenino protagonista da peça se chama Idan
    e representa a *Geração Alpha, crianças nascidas neste fim e começo de década.

    É por meio das micro reações da criança, provocadas pelos estímulos sussurrantes do sujeito oculto do pai, que a linguagem e narrativa do comercial se faz presente na força discursiva da peça.

    No vídeo a Apple se posiciona como empresa que irá se esforçar em gerar produtos com neutralidade de carbono 100% até o ano de 2030. Compromisso esse que é recitado, sussurrado feito poema publicitário para Idan. Versos da promessa do compromisso da Apple na luta contra as mudanças climáticas.




    A data limite será até seus 10 anos de idade.
    Será que nessa idade, será comum para essa geração poder ter seu primeiro Iphone?

    A voz da figura oculta representa um pai, encantado com o soninho de Idan, fica observando a beleza de alguém que ainda nem sabe, mas crescerá num mundo herdado por avós, avôs, pais, mães, filhos e filhas que foram coparticipantes nas decisões de deixar as pegadas que impactam o planeta de agora, em níveis sociais, políticos e ambientais.

    Realidade planetária que influenciará diretamente o mundo que a criança do comercial encontrará em seu décimo aniversário.

    O texto (ou sussurro), da promessa da Aplle diz:

    Olá, Idan.
    Que nome bonito.
    Significa Mágica.
    Você não nos conhece,
    não entende o que vamos dizer,
    mas um dia, Idan, você entenderá.
    Porque queremos fazer uma promessa.
    Queremos que você nos cobre,
    e todo ano, por muitos anos,
    manteremos nosso compromisso.
    Uma promessa entre você, nós e o planeta.
    Prometemos que tudo o que produzimos,
    o jeito como produzimos.
    E até as formas de usar
    Serão carbono neutro até seu décimo aniversário.
    Pode não parecer grande coisa para você, Idan.
    Acredite, não é uma promessa fácil de manter.
    Mas vamos mante-la.
    Nós prometemos.

    Ao final, como assinatura, a empresa nos convida a acessar o site apple.com/br/2030 onde podemos ver, em detalhes, quais ações e medidas a empresa está tomando para que sua promessa seja de fato vista e experienciada como possível de se alcançar.

    Para reforçar a possibilidade real de seu compromisso, dados do Relatório de Progresso Ambiental da Apple em 2020, a empresa da maçã mordida conseguiu reduzir sua pegada de carbono em 35%. Um significativo número alcançado por tomadas de decisões que incluem:


    • - Uso de 100% de eletricidade renovável em todas as lojas, escritórios e centros.


    • - Criando a tríade do iPhone 11 a partir de 100% de elementos de terras raras reciclados.


    • - Implementação do Programa de Energia Limpa do Fornecedor, que reduziu sua área ocupada em 4,4 milhões de toneladas.


    • - Produção de um MacBook Air com mais de 40% de conteúdo reciclado.

    E mesmo que a Apple tenha empreendido tanto na redução de sua pegada ecológica e, além disso, também invista na restauração de florestas, pântanos e pastagens para remover o carbono naturalmente, ainda são esforços que contrastam com os 25,1 milhões de toneladas de dióxido de carbono que a empresa gerou no ano passado (2019). Desse resultado, 76% são emissões provenientes da fabricação de produtos da marca.

    De onde vem suposto banho de água fria?

    Da própria empresa, que divulgou uma declaração junto com o anúncio que informa que os esforços ecológicos listados acima não foram suficientes. E é diante desse desafio que a Apple faz essa audaciosa promessa a Idan e para próxima geração que nasce com ele:

    Uma pegada de carbono inexistente - da fabricação ao transporte e à recuperação de materiais em fim de vida - até 2030.

    O adjetivo audacioso não é a toa, pois o que está sendo prometido ao pequeno Idam (e nós, consumidores) será feito em 10 anos, 20 anos a menos que o índice estabelecido pela meta do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas.


    Algumas medidas que Apple afirma estar tomando para cumprir a promessa de emitir carbono zero.

    Tim Cook, CEO da Apple, disse ao site ADWEEK que "A ação climática pode ser a base para uma nova era de potencial inovador, criação de empregos e crescimento econômico durável. Com nosso compromisso com a neutralidade do carbono, esperamos ser uma onda no lago que cria uma mudança muito maior".


    E neste roteiro de compromissos climáticos, a promessa da Apple se desdobra em ações como:


    • - Design de materiais com baixo teor de carbono e reciclados, expandindo a eficiência energética.


    • - Manter o compromisso de usar 100% de energia renovável em suas operações, fazendo melhorias tecnológicas nos processos e materiais - como o desenvolvimento do primeiro processo direto de fundição de alumínio sem carbono.


    • - Remoção de carbono em ecossistemas naturais.

    Em conjunto a isso, a empresa ainda segue com seus esforços de Impact Accelerator, recém implementado como parte da Racial Equity and Justice Initiative, que investiu US $ 100 milhões da Apple. Valor que será revertido à empresas pertencentes a minorias e amigas do ambiente, que geram resultados positivos na cadeia de suprimentos da Apple e em comunidades que são desproporcionalmente afetadas pelas mudanças climáticas.

    "O racismo sistêmico e as mudanças climáticas não são questões separadas e não respeitarão soluções separadas", afirmou Lisa Jackson, vice-presidente de meio ambiente, políticas e iniciativas sociais da Apple, em comunicado.

    "Temos uma oportunidade geracional para ajudar a construir uma economia mais verde e mais justa , uma onde desenvolvemos indústrias totalmente novas na busca de dar à próxima geração um planeta que vale a pena chamar de lar".

    Segue declaração completa da Apple, com seu posicionamento sobre a ação:


    A Apple é neutra em emissão de carbono, mas isso não é o suficiente.

    Atingimos esse objetivo em abril de 2020. Temos orgulho de poder dizer que nossas instalações, as emissões da empresa e até nossas viagens corporativas não aumentam o carbono no planeta. Usamos energia totalmente renovável e investimos na recuperação de florestas, zonas úmidas e pastagens para eliminar o carbono de maneira natural.

    Tudo isso é apenas o começo. Temos uma meta completamente diferente em vista. Costumamos dizer que é um plano ambicioso. Até 2030, toda a nossa emissão de carbono deixará de existir: dos processos de fabricação, passando pelo transporte até a recuperação de material no final do ciclo de uso. A Apple, como um todo, será 100% neutra em emissão de carbono. Usaremos energia renovável e materiais reciclados em toda a nossa cadeia de fornecimento, vamos recuperar ecossistemas naturais ao redor do mundo e reutilizaremos o máximo que pudermos.

    Enquanto criamos os produtos mais inovadores do mundo, também desenvolvemos um processo de fabricação sustentável.

    Muita gente diz que é impossível chegar, de fato, à emissão zero de carbono para fabricar os produtos mais amados em todo o mundo. Nós discordamos. Fique de olho nas nossas ações e comprove.

    Saiba mais em: apple.com/2030

    Fontes usadas nessa matéria:

    https://www.adweek.com/creativity/apple-lullaby-carbon-neutral-2030/

    https://www.apple.com/br/environment/


    Elidio Santos
    Elidio Santos
    Poeta | Escritor Criativo | Especialista em Redação Publicitária e Criação de Narrativas | Inventor dos heterônimos Manay Deô | Salatiel | Aristiliano | Canistro Balthamos | Solenildo | Aster Yrota | Co-Criador do Canal no YouTube Dose Publicitária
    Fale com Elidio Santos - > 📬 elidio.publicitário@gmail.com
  • Doses em destaque

    Postagens mais visitadas

    A CULTURA DA PROPAGANDA ESTÁ NA PROGRAMAÇÃO

    UM CANAL EXCLUSIVO PARA FOMENTAR A PUBLICIDADE DO PASSADO, PRESENTE E FUTURO .
    CONHEÇA OS CONTEÚDOS DO CANAL

    DOSE PUBLICITÁRIA

    Entretenimento, informação e opinião crítica

    para elevar a comunicação criativa da propaganda ao nível de Cultura Pop.

    AQUI ESTÃO ALGUMAS SUGESTÕES DA

    NOSSA PROGRAMAÇÃO

    Agora que você conhece os programas do canal Dose Publicitária

    prove alguns dos vídeos abaixo e clique aqui para se inscrever no youtube

    Drops Publicitário

    Dose Publicitária

    Sabedorias Publicitárias

    Retrô Publicitário

    CONECTE-SE AO NOSSO CONTEÚDO E

    AJUDE NOSSAS REDES CRESCEREM

    Siga o perfil da Dose Publicitária nas principais redes sociais e espalhe nosso conteúdo

    para quem gosta de saber mais sobre o mundo da publicidade e comunicação.

    +130

    SÃO FÃS DA DOSE NO

    FACEBOOK

    286

    CURTEM A DOSE NO

    INSTAGRAM

    128

    SEGUEM A DOSE NO

    TWITTER

    15

    ESCUTAM A DOSE NO

    SPOTIFY

    NOSSOS SERVIÇOS & PRODUTOS

    Conteúdo, Agência de Publicidade, EduCom, Fomento Cultural, Loja e Acervo.

    FORTALEÇA RELAÇÕES, REPERTÓRIOS E NEGÓCIOS COM O

    GRUPO DOSE PUBLICITÁRIA

    Serviços e Produtos para agregar mais valor para você ou para sua empresa

    com o profissionalismo da nossa marca.

    ACOMPANHE AS NOVIDADES

    ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    APAREÇA & CRESÇA NA DOSE PUBLICITÁRIA

    Conheça as formas da sua marca fazer parte da cultura dos nossos conteúdos e programação.

    PARA SUA MARCA APARECER EM CONTEXTO

    ANUNCIE BEM NA DOSE

    Escolha nossos meios e formatos de parcerias comerciais

    para exibr seu anúncio em nossas linguagens de arte, texto e video

    CULTURA & MISSÃO E VISÃO

    A razão de existirmos no mercado criativo, educacional e cultural.

    PARA SABER NOSSO PROPOSITO

    LEIA NOSSA BULA

    Conheça os princípios ativos da Dose Publicitária

    da nossa Missão, Visão, Valores e Proposito

    FALE COM A DOSE

    Sobre o que você gostaria de falar conosco? Os detalhes de contato estão abaixo.

    Dose Publicitária

    • Cidade:São Paulo - SP
    • Região :Freguesia do Ó
    • WhatsApp :11 94044-4194
    • Email:contato@dosepublicitaria.com

    Seja para nos criticar, elogiar, sugerir, tirar dúvidas ou fazer parcerias e negócios, use este espaço para entrar em contato conosco.

    A Dose Publicitária está aberta também para receber a sua mensagem e começar uma boa conversa. Vamos te responder assim que possível. Se preferir, use o endereço de e-mail ou número de WhatsApp que estão ao lado. Lembre-se de mencionar o assunto. Vamos conversar?